sábado, 31 de janeiro de 2009

O Estranho Caso de Benjamin Button





2 comentários:

A. disse...

Grande livro, Grande filme!

sleeping beauty disse...

É verdade.
Por isso aprecio mais os romances estrangeiros e de autores de culto.
A vivência de um Fitzgerald, como de um Hemingway ou de uma Virginia Woolf, são tão fortes, comparados com as vivências ainda tão
"domésticas" dos nossos autores...
A vida mistura-se sempre com a arte. Se tal não acontece, a obra não existe.