sábado, 17 de outubro de 2009

A DESCONSTRUÇÃO EM PINA BAUSCH - A RAINHA DO BALLET CONTEMPORÂNEO - UMA BELEZA - CRIATIVIDADE EXPLOSIVA

2 comentários:

CC disse...

rodeada de nenúfares, no lago. deixa cair o corpo nessa lânguidez suave,estica os braços e as mãos ficam ocultas na água, assim, ela rodeada de nenúfares: esta a imagem que tenho no pensamento. pequena cena de uma curta-metragem que imagino.
o rosto fechado sobre si mesmo, o sorriso como um pequeno traço apenas, os olhos estão cerrados, ela rodeada de nenúfares fica nesse tropor da água no corpo.
pensa, ela pensa, escuta o silêncio da vida. e adormece no tempo. para sempre.
(escrevi isto quando soube da morte dela, desculpem-me,mas amo Pina Bausch...)

sleeping beauty disse...

Obrigada pelas suas palavras.
Eu costumo dizer que o mundo divide-se entre os que conhecem e viram Pina Bausch e os que desconhecem totalmente.
Também eu amo Pina Bausch.