sábado, 26 de setembro de 2009

JOÃO BORGES


Ao longe está a vida. Sinto
que tenho muita idade.
Estou cansado e desiludido.
É como se já tivesse feito o percurso.

Dentro de mim, alastra
a tristeza e a vontade de não estar.

O Largo de S.Domingos é caótico,
os carros quase se atropelam,
as pessoas, velhas, feias, mal vestidas
e quando falam parecem alucinadas;
grupos de jovens,
não têm a noção de que mundo é este
e entregam-se
ao paraíso ficcionado para eles.

Em mim, a solidão de um amor
que se desfaz e se repete.
Tudo é sombrio.Há o silêncio que
equivale à morte
e o meu cadáver esquecido no deserto.
No entanto, o coração insiste em bater,
os pulmões respiram e acabo por viver mais
um dia e outro.

Brilho no Escuro, nº2, Setembro, 2009

1 comentário:

Patrícia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.