quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O designer e homem da BD Enki Bilal traz-nos em "Immortal" um dos melhores exemplos do conceito arquitectónico aplicado à banda desenhada e, neste caso ao cinema de animação. Os seus trabalhos de que se destacam os publicados na revista Heavy Metal, têm uma marca inconfundível de arquitecto. A transição para o cinema era inevitável. Depois da experiência de "Tykho Room" e sobretudo de "Bunker Palace Hotel", ambos exibidos no Fantas, Bilal reinventa o género ao fazer um filme híbrido onde personagens reais ( como Charlotte Rampling) interferem e coexistem com CGIs numa Nova Iorque Futurista.
http://www.fantasporto.com/

1 comentário:

Danilo disse...

Realmente muito bom. Já conhecia Bilal dos quadrinhos. Achei maravilhoso o filme, realmente fantástico!.